Marilyn Monroe

Nome Original: Norma Jean Mortensen
Naturalidade: Los Angeles, EUA
Nascimento: 01/06/1926
Falecimento: 05/08/1962

Biografia:

Marilyn Monroe foi um dos mais significativos símbolos sexuais do séc. XX. Seu nome verdadeiro era Norma Jean Mortensen, era filha de Gladys Baker e a identidade de seu pai biológico era desconhecida. Sua mãe trabalhava como editora de filmes mas teve que ser afastada devido a problemas psicológicos.
Norma Jean passou grande parte da sua infância em casas de família e em orfanatos, até que, em 1937 se mudou para a casa de Grace Mckee Goddard, uma amiga da família. Em 1942 o marido de Grace foi transferido para o leste e o casal não tinha condições de levar a menina que tinhas duas opções: voltar para o orfanato ou se casar.
A solução que a jovem de 16 anos encontrou foi se casar com James Dougherty, seu namorado a mais ou menos seis meses. Dois anos depois, James que era da marinha, foi transferido para o Pacífico Sul. Após sua partida, Norma Jean tentou a carreira de atriz com pequenas aparições , seu divórcio foi assinado pouco antes do seu primeiro contrato com a Twentieth Century Fox, em 26 de agosto de 1946.
Ao assinar seu contrato Norma Jean adotou o nome de Mariln Monroe e tingiu o cabelo de loiro, sua estréia no cinema foi em um papel pequeno no filme “The Shocking Miss Pilgrim” em 1974, nesse mesmo participou de “Torrentes de Ódio” e “Idade Perigosa”. depois desses filmes a Fox cancelou o contrato com Marilyn que começou a trabalhar na Columbia, mas só permaneceu lá por 6 meses.
Em 1949, estava sem dinheiro e aceitou a proposta para posar nua para um calendário. O sucesso foi tanto que ela acabaou sendo capa da revista Playboy em 1953. Suas medidas são invejadas até hoje, 1,66 metro de altura, 94 centímetros de busto, 61 centímetros de cintura e 89 centímetros de quadril.
Em 1951 fez seu primeiro papel de destaque no filme “O Segredo das Viúvas”, no ano seguinte, participou de “O Inventor da Mocidade” e seu nome começou a atrair multidões para os cinemas. Os filmes “Como Agarrar um Milionário”, “Os Homens Preferem as Loiras”, “O Pecado Mora ao Lado” e “Quanto Mais Quente Melhor” foram sucesso de bilheteria em maior parte graças a presença de Marilyn no elenco.
Em 1954, a atriz se casou com o ex-jogador de beisebol Joe Di Maggio, uma lenda do esporte nos Estados Unidos. Durante sua lua de mel em Tóquio, Marilyn fez uma apresentação para os militares que estavam servindo na Coréia, o que causou um motim, o que incomodou muito Joe e nove meses depois do casamento, ele pediu o divórcio.
Em 1956, Marilyn se casou com o dramaturgo Arthur Miller e em 1961, após perder um bebê os dois se separaram. Nesse mesmo ano ela filmou “Os Desajustados”, seu último filme. Em 1962, durante as filmagens de “Something’s Got to Give”, Marilyn foi demitida devido aos constantes atrasos.
Uma das performances mais conhecidas de Marilyn foi “Parabéns a você” cantado e interpretado de forma sensualíssima para o presidente John F. Kennedy, no Madison Square Garden. Esse fato reforçou os rumores de que os dois mantinham um caso.
Quatro meses depois desse episódio, Marilyn foi encontrada morta, segurando o telefone ao lado de um vidro de barbitúricos.
A atriz morreu aos 36 anos, ela conquistou o mundo com sua sensualidade nata e com sua inocência e sensibilidade.

Filmes:

Sua Alteza, a Secretária (1948)
Torrentes de Ódio (1948)
Idade Perigosa (1948)
Mentira Salvadora (1948)
Loucos de Amor (1950)
O Que Pode um Beijo (1950)
O Segredo das Joias (1950)
A Malvada (1950)
O Faísca (1950)
Por um Amor (1950)
Em Cada Lar, Um Romance (1951)
Sempre Jovem (1951)
O Segredo das Viúvas (1951)
Joguei Minha Mulher (1951)
Só a Mulher Peca (1952 )
Travessuras de Casados (1952 )
Almas Desesperadas (1952 )
O Inventor da Mocidade (1952 )
Páginas da Vida (1952 )
Torrentes de Paixão (1953)
Os Homens Preferem as Louras (1953)
Como Agarrar um Milionário (1953)
O Rio das Almas Perdidas (1954)
Mundo da Fantasia (1954)
O Pecado Mora ao lado (1955 )
Nunca Fui Santa (1956)
O Príncipe Encantado (1957 )
Quanto Mais Quente Melhor (1959)
Adorável Pecadora (1960)
Os Desajustados (1961)
Something's Got to Give (1962)

Compartilhe esse ator:

2 Criticas

  1. CIDA disse:

    ADORO TUDO ISTO

  2. Howlin Jay disse:

    Gosto da atriz nos anos 50 no auge de sua beleza. Um bom exemplo desta bela forma é no filme O PECADO MORA AO LADO onde ela, pelo simples fato de existir já me deixa feliz. Na minha opinião este é um dos seus melhores filmes, onde ela, linda, leve e solta mostra o seu excelente lado cômico. A cena em que “ela faz o comercial” de pasta de dentes é de deixar qualquer marmanjo de queixo caído tal o charme. Ao contrário do estereótipo de loura burra, ela era uma excelente atriz, cantora, dançarina e “otras cositas más!. Taí uma atriz que eu vou sempre reverenciar. Fique em paz querida, onde quer que esteja.

Escreva sua critica:

Nome: 

Email: