Steven Spielberg

Biografia:

Nasceu na cidade de Cincinnati, mas morou em grande parte da sua vida em Phoenix. Irmão mais velho de três irmãs, que quase sempre eram usadas como cobaias em seus filmes caseiros. Assim como a grande maioria dos cineastas, começou a filmar com uma câmera super-8 ainda na sua infância. De família judia, Spielberg sofria preconceito por intermédio de brincadeiras anti-semitas. Muitas delas pelos próprios vizinhos. Tal fato poderia explicar o interesse do diretor em quase sempre abordar o tema da segunda guerra e, principalmente, as atrocidades sofridas pelos judeus durante esse período. Um dos exemplos mais clássicos foi o filme A Lista de Schindler (1993), hoje considerado como a mais fiel visão do terror proporcionado pelos nazistas [carece de fontes].

Assim como outros talentos da área, Spielberg nunca foi um aluno aplicado. Na época de entrar para a faculdade não conseguiu vaga no curso de cinema da Universidade da Califórnia. Terminou por cursar literatura inglesa em outra escola. Em 1969 faria o seu primeiro curta profissional, chamado Amblin. A história de um casal de jovens que se encontra no deserto de Mojave ganhou prêmios em festivais importantes, como o de Veneza. Por esse filme ganhou um contrato com a Universal, onde teria a oportunidade de dirigir o seu primeiro longa-metragem em 1971, Encurralado (1972). Produzido para a televisão, fez tanto sucesso que acabou por ser lançado nos cinemas; impulsionando a carreira do então diretor de 26 anos. O seu próximo trabalho seria Louca Escapada (1974), filme elogiado pela crítica mas fracasso de público. A produção marcou o início da parceria entre ele e o compositor John Williams. Em 1975 Spielberg dirigiu aquela que é considerada a obra seminal dos blockbusters. Faturando mais de 100 milhões de dólares no verão americano, Tubarão conquistou platéias do mundo inteiro, em sua maioria jovens, com a trama sobre uma cidade litorânea aterrorizada por um tubarão gigante. A trilha de Williams, classificada inicialmente por Spielberg como uma “piada”, até hoje é reconhecida e imitada. O filme teve outras continuações, nenhuma contou com a participação de Spielberg.

Logo após o sucesso de Tubarão, praticamente tudo o que o diretor tocou virou ouro. Só obtendo fracassos em 1941 – Uma Guerra Muito Louca (1979) e Além da Eternidade (1989). Alguns de seus outros filmes que obtiveram grande sucesso entre o público foram: E.T. – O Extraterrestre (1982), Os Caçadores da Arca Perdida (1981), Jurassic Park – Parque dos Dinossauros (1993), O Resgate do Soldado Ryan (1998), além do já citado A Lista de Schindler. Por esse último, ganhou o seu primeiro Oscar de melhor direção. Também obteve imenso sucesso como produtor. A lista é extensa, mas alguns dos filmes mais conhecidos são: Poltergeist (1982), Gremlins (1984),””Os Goonies”” (1985), a trilogia De Volta Para o Futuro e MIB – Homens de Preto (1997).

Atualmente é casado com a atriz Kate Capshaw, tem seis filhos; um deles com sua ex-esposa, a também atriz Amy Irving, atual esposa do diretor brasileiro Bruno Barreto. Foi um dos fundadores da DreamWorks, um dos principais estúdios de Hollywood que foi vendido no início de 2006 para o estúdio Paramount. Spielberg passou a ser o principal executivo.

Em setembro de 2008, a DreamWorks, a Viacom Inc e a Universal Pictures foram acusadas de infringir os direitos autorais e quebrar um contrato por produzirem “Paranóia” sem a permissão dos detentores dos direitos da trama, segundo o processo. Spielberg, fundador da Dreamworks, é citado como réu. O filme obteve cerca de 80 milhões de dólares nas bilheterias norte-americanas.

De acordo com o processo, aberto pela Sheldon Abend Revocable Trust, a base do filme de Hitchcock foi “Assassinato de uma Janela”, conto de Cornell Woolrich. Hitchcock e o ator James Stewart obtiveram os direitos de adaptação da história para os cinemas em 1953. O processo alega que a DreamWorks deveria ter feito o mesmo.

[editar]

Compartilhe esse diretor:

Escreva sua critica:

Nome: 

Email: